sábado, 6 de junho de 2015

DOR REUMÁTICA

DOR REUMÁTICA

Dor reumática é um termo inespecífico que abrange qualquer desconforto relacionado a todo sistema musco esquelético. As causas podem ser de diferentes origens, incluindo infecções, doenças autoimunes ou relacionadas ao esforço repetitivo, trauma ou contusões, patologias por depósito de cristais , como a gota, por exemplo, ou metabólicas, como o diabetes. Mas atenção: dependendo da causa, da gravidade e da localização, é possível que ocorram perda de movimento, desvio de articulações , atrofia muscular e dor incapacitante. Os mesmos fatores também ditam o tipo de tratamento.Nessas situações, podem ser prescitos analgésicos, anti-inflamativos e até corticoides e derivados de morfina. Pode-se ainda fazer uso de medicamentoso imunossupressores na presença de doença inflamatória ou mesmo precedimentos mais invasivos, como infiltrações e cirurgias.

Medicina tradicional chinesa na dor reumática


A medicina tradicional chinesa (MTC) classifica a dor reumática como um sintoma decorrente da má circulação do "QUI" (energia), por meio de meridianos, exatamente como um rio cujo curso esteja obstruído.Dessa forma, os antigos mestres classificavam essas dores como uma estagnação de energia, simbolizando a sua dificuldade de passagem. O incômodo pode se desencadear por fatores emocionais(estresse, angústia, preocupações, ansiedade, depressão) e estilo de vida (alimentação e qualidade do sono). São acompanhados de inchaço, vermelhidão e aumento da temperatura local. A utilização de agulhas nos pontos de acupuntura ajuda a aliviar os sintomas de dor e inflamação.
O objetivo é restabelecer o fluxo norma e harmônico do QUI pelos meridianos. Os estímulos dos pontos corretos liber substâncias analgésicas e anti-inflamatórias   por meio do sistema neuroendócrino.

Massagem & Fisioterapia na dor reumática


As causas das dores estão relacionadas ás doenças reumáticas como artrite comum, artrite reumatoide, osteoartrite, lúpus,  gota ou fibromialgia. Os principais sintomas dessas enfermidades são dores intensas , dificuldade de movimentar as articulações , fraqueza nos músculos, inchaço e dor local.
A fisioterapia é um importante aliado no tratamento.Ela  poderá integrar a estratégia de tratamento em determinados casos, assim como a reabilitação , o fortalecimento muscular, a terapia ocupacional, alem de acompanhamento outras especialidades, como a psicologia e a psiquiatria. É possível utilizar técnicas de mobilização ( movimentação) articular para diminuir a dor e a rigidez das articulações. Outros recursos também são aplicados , como alongamentos musculares suaves, técnicas de massagem, medidas analgésicas como termoterapia e exercícios de Pilates e hidroterapia .




FONTE:Revista Viva Saúde nº138- Outubro de 2014.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

MASSAGEM-Definição Dicionário Termos técnicos de Saúde

Método fisioterápico que consiste em praticar movimentos sobre a superfície corpórea com as mãos ou com aparelhos apropriados. A massagem estimula ás células nervosas cutâneas, ativa a circulação sanguínea e linfática, aumenta a tonicidade muscular.
os movimentos mais importantes na massagem são: fricção, percussão, empastamento e vibração.

FRICÇÃO: Manobra realizada com pressão exercida pela palma da mão de modo a provocar estiramento dos planos superficiais. 

PERCUSSÃO: obtida com pequenos golpes que provocam excitação da sensibilidade cutânea e fenômenos vasodilatadores.

EMPASTAMENTO: Consiste em levantar a massa de tecidos superficiais, fixando-a com os dedos e, posteriormente, largando-a.
VIBRAÇÃO: praticada á custa de movimentos vibratórios constantes.

FONTE: Dicionário Termos técnicos de Saúde -7ª edição revisada -MEF Editora e Distribuidora ,Londrina /PR, 2012.
Imagens apenas com fins ilustrativos*

quarta-feira, 19 de junho de 2013

A massagem como aliada na Ciatalgia!


Um nervo é composto por um feixe ou um grupo de feixes de fibras nervosas. São situados fora do sistema nervoso central e fazem ligações entre o cérebro, a medula espinhal e diversas outras partes do corpo.
O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano e o principal nervo dos membros inferiores, ou seja, das pernas. Seu trajeto vai desde a região lombar (parte baixa das costas) até o dedo do pé. Só para ter uma idéia, as musculaturas da região do quadril, do joelho, do tornozelo e os músculos posteriores da perna e do pé, são controlados por esse nervo.
O termo ciatalgia indica dor em regiões percorridas pelo no nervo ciático. Essa condição clínica pode causar muito desconforto em várias áreas do corpo, inclusive, na ponta do pé. Além da dor, a ciatalgia pode implicar, também, provocando diversos outros problemas, tais como alteração dos reflexos, dificuldade de movimentação e até perda dos movimentos da perna.

Diversos fatores podem causar um quadro de ciatalgia. Dentre os principais, contam-se determinados casos de hérnia de disco, obesidade, fraturas de vértebras, tensão muscular, compressão vertebral, mau alinhamento da coluna (como nos casos de escolioses e das hiperlordoses) e alterações posturais que podem ocorrer durante a gestação.
Além disso, hábitos incorretos como o de dormir em posições inadequadas, ficar muito tempo sentado ou em pé, o sedentarismo, a falta de cuidado com a postura durante o trabalho e o lazer, além de exercícios físicos inapropriados, poder causar essa condição clínica desagradável.
Os cuidados indicados para um paciente com ciatalgia dependerão das particularidades de cada caso. Não obstante, serão sempre desejáveis avaliação e acompanhamento realizados por uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde, como por exemplo, Médicos, Fisioterapeutas e Enfermeiros.**( Massoterapeutas).
O tratamento da ciatalgia pode ser realizado de variadas formas, sendo normalmente indicados a Fisioterapia, o repouso, o auxílio medicamentoso e até mesmo, a depender do caso, intervenções cirúrgicas.
O Fisioterapeuta dispõe de diferentes métodos de tratamento a serem empregados em conformidade com as exigências de cada situação concreta. Pode, por exemplo, dentre muitos outros procedimentos, utilizar aparelhos para combater a dor e a inflamação local, aplicar terapias com calor e frio (termoterapia e crioterapia), realizar trações, prescrever exercícios terapêuticos de alongamento musculatura implicada, elaborar programas de conscientização postural e utilizar técnicas como a acupuntura e a massoterapia.

**O MASSOTERAPEUTA:

Quando o paciente chega com tensão nesta área, é feita a massagem. “Ao massagear o músculo que apresenta desconforto, aumentamos a circulação no local, o que faz com que ele relaxe”.
Logo de cara, o especialista faz um levantamento do histórico do paciente e às vezes descobre que o problema pode ser até mesmo psicossomático. “A contratura muscular pode ser emocional, uma representação física da tensão psicológica acumulada no dia a dia”.Nesses casos, a massagem também é muito benéfica.
Bem assim, para um melhor resultado, é primordial que o paciente assuma e cumpra com rigor o compromisso de seguir corretamente o tratamento prescrito e as orientações recebidas pelos profissionais habilitados. 
Informe-se e cuide-se.

**( Termo adicionado pela dona deste blog, não corresponde a postagem original).

 
FONTE: Laís Bittencourt de Moraes (http://www.facafisioterapia.net).  
 Adaptado de : http://www.triada.com.br/bem-estar-e-saude/massagens
IMAGENS : 
fisioterapiadenisepripas.blogspot.com   negociol.com

domingo, 2 de junho de 2013

Dor Lombar

Dor lombar. Se você ainda não teve, provavelmente vai ter... melhor prevenir!


     A dor lombar ou lombalgia é o segundo maior motivo de visita ao médico, só perdendo para o resfriado comum. Até os 20 anos, 50% da população vai ter apresentado lombalgia e aos 60 anos, cerca de 80%.
     As causas mais comuns de lombalgia são desconhecidas e nestes casos são denominadas de lombalgia mecânica, inespecífica ou postural. E felizmente, na grande maioria das vezes, os sintomas melhoram espontaneamente.
O exame identificou hérnia de disco, vou ter dores pro resto da vida?
     A Ressonância Nuclear Magnética (RNM) é excelente para a avaliação da coluna, no entanto estes exames tem sido solicitados em demasia para um problema em que a avaliação clínica é muito mais importante para o diagnóstico e tratamento corretos. Vale ressaltar que é quase impossível em uma ressonância de coluna lombar de adulto, não haver alguma  alteração degenerativa, ou seja por desgaste, como protrusão de disco, artroses ou osteófitos (“bico de papagaio”). E ainda, 25% das pessoas que não sentem nada têm hérnia de disco na ressonância. Portanto, se você tem uma hérnia de disco, saiba que não está sozinho na população e que em 90% dos casos o tratamento é clínico, e se for bem realizado não haverá necessidade de cirurgia ou outro procedimento invasivo.
Qual exame devo fazer então para descobrir qual o meu problema? Acredite ou não, apesar da tecnologia atual, a história e o exame físico realizados pelo especialista continuam sendo o alicerce para o correto diagnóstico e tratamento adequado; e geralmente, são mais que suficientes.
     O médico inicialmente descarta as causas grave de dor lombar como fratura, instabilidade, infecção e tumor e depois inicia o tratamento adequado. A identificação exata de qual estrutura está causando dor não é necessária na maioria dos casos pois o tratamento clínico é o mesmo. A não ser que haja persistência da dor e algum procedimento invasivo esteja sendo cogitado, neste caso o neurocirurgião deverá indicar o melhor exame complementar, que pode ser um Raio X simples, tomografia, ressonância, cintilografia ou eletroneuromiografia.
Como prevenir a lombalgia ?
     O principal objetivo é o fortalecimento da musculatura responsável pela sustentação do corpo: musculatura abdominal, dorsal e estabilizadora da coluna. Portanto, o combate ao sedentarismo é uma das principais medidas a ser tomada entre os novos hábitos (estilo de vida), que compreendem também a manutenção de peso corporal ideal, abandono do tabagismo, melhora da auto-estima, satisfação pessoal e profissional. As atividades físicas devem envolver, alem do fortalecimento da musculatura, atividades aeróbicas, alongamentos e reeducação postural. Atividades que envolvem várias modalidDor nas costas, estresseades de exercícios, incluindo o relaxamento da musculatura através de exercícios respiratórios, como yoga, meditação, Tai-chi-chuan são também bastante úteis e bem aceitos pelos pacientes.
     Faz parte da prevenção, a informação do paciente quanto a melhor forma de agir quando a dor aparecer. O repouso total na cama não deve ser superior a 2 dias, e a melhor forma de combater a dor é a associação de medidas locais, repouso relativo, cuidados com a postura e carregamento de peso, medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares. Não hesite em procurar o especialista para receber a melhor combinação de medicamentos! E lembre de não carregar o mundo nas costas! 
O que é importante contar ao meu médico?
     Essa pergunta é muito importante e facilita muito o diagnóstico quando o paciente consegue se lembrar de todos os itens abaixo!
• Quando começou a dor?
• Qual a duração dos sintomas?
• O que aconteceu no momento de início? Algum trauma, acidente, levantando peso, dirigindo?
• Qual é a hora do dia em que a dor é pior?
• Quando que a dor melhora? Em repouso? Em atividade? Adotando alguma posição?
• Quando a dor piora? Com stress, alguma posição, alguma atividade?
• Existe algum sintoma associado como perda de força, dormência ou formigamento das pernas, febre?
• Há alguma doença associada? Há história de câncer? Há disfunção da bexiga ou do intestino?
• Está vivenciando alguma situação de stress, depressão ou problema sócio-econômico?
Quais são os profissionais capacitados para o tratamento da dor lombar?
     Os clínicos (fisiatra e reumatologista) são capacitados a tratar clinicamente as dores articulares, em especial da coluna. Os cirurgiões (neurocirurgião e ortopedista de coluna) decidem pela necessidade do tratamento cirúrgico. Como o tratamento clínico é necessário mesmo quando se opta pelo tratamento cirúrgico, estes profissionais estão capacitados também a realizar o tratamento clínico. Fisioterapeutas e quiropraxistas auxiliam no tratamento clínico. De uma forma geral a visita ao cirurgião é sempre importante para descartar as causas graves ou que necessitem de intervenção cirúrgica!
MASSAGEM 
A massagem é bastante eficaz no alívio da dor lombar.Ela fortalece a região, reforça os rins, melhora o fluxo Qui-sangue e expele frio e umidade, Após a massagem , aplicar uma compressa quente na região afetada para reduzir ainda mais a dor.Algumas vezes sugere-se  uma compressa quente após a massagem para melhorar a circulação local de sangue e alívio da dor subseqüente. Para preparar uma compressa quente,  mergulhe uma toalha ou uma flanela  em água quente  (50º C) e aplicar na área afetada, quando a compressa ficar morna , troque  por outra quente. Aplicar a compressa quente na área afetada por 15 a 20 minutos todas as noites até melhorar.

terça-feira, 7 de maio de 2013

COMO A MASSAGEM FUNCIONA ?


A massagem restabelece o equilíbrio e a harmonia em uma mente agitada e em um corpo tenso.Ajuda a nos sentirmos melhor conosco mesmos, deixando-nos com uma visão renovada e otimista para a vida. O corpo humano tem uma capacidade extraordinária de renovação e regeneração.O mecanismo autorregulador do corpo o leva ao estado de equilíbrio e harmonia mesmo depois de pressionarmos excessivamente todos os seus sistemas.O estresse crônico e prolongado inibe esse reequilíbrio natural.

Ao explorarmos constantemente o corpo com incessante exigência, nós o privamos  de tempo e energia necessários para que se repare e estabeleça a harmonia. A massagem intervém, permite que o corpo realize seu restabelecimento e regula as ações do sistema nervoso autônomo.
O relaxamento profundo é intensamente prazeroso.Enquanto esta nesse estado de quietude, nosso corpo produz endorfinas-hormônio que alivia a dor e induz a sentimentos de contentamento  e até euforia...("endorfinas são mais eficazes no alívio da dor do que qualquer droga"-Fiona Harrold).











FONTE: Massagem- Coleção Saúde fácil, Editora Rideel.
IMAGENS: www.dicasdemulher.com.br
http://bs.simplusmedia.com

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Doação de Medula Óssea

 O QUE É MEDULA ÓSSEA?
É um tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos nossos ossos (tutano). Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas.
As hemácias levam o oxigênio dos pulmões para as células de todo o corpo e o gás carbônico das células para os pulmões, a fim de se expirado.
Os leucócitos são os agentes mais importantes do sistema de defesa do nosso organismo e nos defendem das infecções.
 As plaquetas compõe o sistema de coagulação do sangue.

QUEM PRECISA DO TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA?
Pessoas (incluindo crianças) que têm doenças que comprometem a produção de sangue pela medula ( como a leucemia e linfoma) necessitam do transplante para continuar vivendo. O tratamento consiste na substituição de uma medula óssea doente por outra com células de medula óssea normais.O objetivo é a reconstituição de uma nova medula saudável.
O QUE É COMPATIBILIDADE?
Para que se realize um transplante de medula é necessário que haja uma total compatibilidade entre doador e receptor. Caso  contrário, a medula será rejeitada. Esta compatibilidade é determinada por um conjunto de genes localizados no cromossoma 6, que devem ser iguais entre doador e receptor. A análise de compatibilidade é realizada por meio de testes laboratoriais específicos, a partir de amostras de sangue do doador e receptor( exames de histocompatibilidade).
QUEM PODE DOAR?
Se você tem entre 18 e 55 anos de idade e possui boa saúde.Será feita a coleta de uma amostra de sangue (5 ml) para a tipagem de HLA(características genéticas importantes para a seleção de um doador). Seus dados s]ao inseridos no cadastro do REDOME(Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea).
No futuro, caso seja confirmada sua compatibilidade com algum receptor, você será comunicado e decidirá se quer fazer a doação. O transplante de medula óssea é um procedimento totalmente seguro para o doador.em apenas 15 dias após a retirada, a medula do doador está totalmente recomposta.

FONTE:Hemepar Curitiba PR.
IMAGENS : www.alunosonline.com.br

terça-feira, 2 de abril de 2013

FITOTERÁPICOS ANTICELULITE

Os compostos herbais têm sido muito divulgados como eficazes na redução da celulite, uma vez que são feitos a partir de plantas medicinais, cujas propriedades conhecidas são: melhorar  a circulação circulação sanguínea local, reduzir a formação de fluidos, estimular o metabolismo da gordura, reduzir a gordura localizada e proteger os tecidos.
Os fitoterápicos são produtos naturais, mas antes de utilizá-los, recomenda-se buscar orientação médica. Alguns agentes botânicos e bactericidas podem irritar peles sensíveis. Antes de usar um produto novo, aplique-o em uma área pequena, no antebraço, e aguarde 24 hs para ver se há algum tipo de irritação da pele.



BABOSA: ( Aloe Vera): composta de água, das enzimas catalase e celulose, de minerais como cálcio, alumínio, ferro, zinco, potássio, magnésio e sódio, e de aminoácidos  o extrato de babosa tem propriedades anti-inflamatórias e hidratantes.







ÓLEO DE BORRAGEM( Borragem officinalis): Esse óleo apresenta uma concentração muito alta de ácidos graxos essenciais não-saturados, que são ótimos condicionadores e umectantes da pele, regulando a sua hidratação.









CENTELHA ASIÁTICA :Planta de propriedades vasoditladadoras  e fortalecedora dos vasos  sanguíneos, também usada como diurético, antioxidante e anti-inflamatório  Facilita a ação dos antioxidantes em áreas atingidas pela celulite.


CASTANHA DA ÍNDIA : Essa planta tem a capacidade de melhorar o fluxo sanguíneo e prevenir danos futuros ao sistema circulatório








GINKGO BILOBA: Além de ser antioxidante, o ginkgo biloba aumenta o fluxo sanguíneo por todo o corpo, expandindo o alcance dos nutrientes ingeridos.












SEMENTE DE UVA: O extrato de semente de uva, que contém grande quantidade de polifenóis, uma família de antioxidantes particularmente ativa na pele, inibe as enzimas colagenase e elastase, que quebram o colágeno e a elastina.






CAPIM SANTO: ( também conhecida como erva cidreira ou capim limão): Planta de propriedades adstringentes, anti-sépticas, anti-inflamatórias e antifúngicas. Também estimula a hidratação e a desintoxicação linfática, fortalece o tecido conjuntivo e pode enrijecer a elastina.








EXTRATOS MARINHOS: A alga, uma planta marinha, é rica em minerais e pode ser empregada para hidratar a epiderme. Acredita-se que os nutrientes presentes nas algas possam nutrir a pele  e proteger as fibras de elastina.Sais marinhos secos suavizam a pele e podem ser usados para esfoliação

.


ROMÃ: Essa fruta é , talvez, a maior fonte de polifenóis( também encontrados  em sementes de uva e no chá-verde). além de antioxidante, ela também aumenta o efeito dos protetores solares.







FONTE:Chega de Celulite-Como tratar e prevenir.Rodrigo Vaz- Ediouro.
IMAGENS:www.sabetudo.netm2mdistribuidora.com.br 
/todaperfeita.com.br castanhadaindia.com 
www.jardimdeflores.com.br 
meucantinho.orgpt.wikipedia.
orgcarlalindolfo.wordpress.com